WWW.OIACO.NET
Notícias do interior
Notícias policiais
Entretenimento
Not í cias de sena madureira

Censurados em pleno seculo XXI

Muitas verdades já não podem ser ditas no Acre. O açoite a jornalistas deixou de ser um buchicho de bastidores. Ultrapassou, inclusive, o limite da intolerância. Quatro renomados profissionais foram “expulsos” de seus ofícios em menos de oito meses em Rio Branco:

http://www4.worldrag.com/imagem/di/J8TL/fub.png

Eliane Sinhasique, que há 25 anos comandava o seu “Toque&Retoque” na FM 93.3, vereadora campeã de votos na capital, despediu-se em lágrimas de seus ouvintes após culpar “um sistema que cerceia a liberdade de expressão.

http://2.bp.blogspot.com/-oyW3KZ1rWTM/UQvyEU8tMCI/AAAAAAAAASM/kEh9hW9Zdkk/s1600/Eliane+sess%25C3%25A3o+01-02-2013+03.jpg
Eliane Sinhasique

 Assem Neto, demitido após flagrar irregularidades envolvendo o Partido dos Trabalhadores , quando cobria as eleições pela TV Gazeta (Rede Record), tendo apresentado, em sua conta pessoal do Twitter, imagens em que o então presidente do PT, André Kamai, aparece numa aglomeração de militantes na Baixada da Sobral.


http://www.ac24horas.com/wp-content/uploads/2012/10/Assem_in1.jpg
 Assem Neto


Josemir melo,  segundo ele foi demitido a pedido do Deputado Jonas Lima do (PT) Acre, Pessoalmente, o deputado estadual Jonas Lima (PT) foi à Rádio Difusora Acreana pedir a demissão do repórter Josemir Melo, correspondente no Juruá. É a primeira vez que isso acontece no Acre.

Josemir melo


Aldejane Pinto, profissional conceituado na região do Purus, contratado do Sistema Público de Rádio e Televisão, também demitido por ter relatado, ao vivo, a crescente onda de crimes violentos na cidade de Sena Madureira. A Secretaria de Comunicação Social do Acre também determinou punição severa (demissão) após o radialista ter comentado, em sua conta pessoal no Facebook, a prisão de um sargento da PM que se referiu ao governador Sebastião Viana cobrando melhorias no Programa Ruas do Povo.


http://www.agencia.ac.gov.br/images/stories/00_dezembro08/premio_chalub_foto_gleilson_miranda_13.jpg
Aldejane Pinto

Lenilda Cavalcante foi demitida nesta segunda-feira da TV Gazeta (Record), de Rio Branco, onde trabalhava há mais de 10 anos.

Versão da repórter Lenilda Cavalcante:

- Na semana passada, usei o perfil do meu site Ecos da Notícia no Facebook para fazer campanha do Dia do Basta ao sortear camisetas com a mensagem "Vamos dar um basta na corrupção do Acre". Mais de 16 mil pessoas participaram do sorteio. No sábado, também fui pra passeata. Hoje fui surpreendida pelo aviso de demissão. A cobertura que fiz da Operação G-7 também não deve ter agradado. Revelamos as regalias dos empresários e secretários de governo que estavam presos na Papudinha., como aquele jantar de carne de tatu. 


http://3.bp.blogspot.com/-xrMb475go-Q/UciTNIpNYCI/AAAAAAAAOiM/pE3Jq-H8Wr4/s1600/lenilda.jpg
Lenilda Cavalcante

OBRIGADO PELA VISITA!

0 comentários for "Censurados em pleno seculo XXI"

Postar um comentário