WWW.OIACO.NET
Notícias do interior
Notícias policiais
Entretenimento
Notícias de sena madureira

Operação conexão Purus.


A Polícia Civil do Acre concluiu nesta quinta-feira (11), a operação “Conexão-Purus”, com um total de 34 presos por tráfico de drogas e associação para o tráfico nas cidades de Rio Branco e Sena Madureira. Segundo as investigações, traficantes da capital abasteciam as bocas-de-fumo de Sena, onde a droga era revendida no varejo. Parte da cooptação atuava dentro dos presídios Francisco d’Oliveira Conde (Rio Branco) e Evaristo de Moraes (Sena).

A operação contou com 84 policiais civis, os quais cumpriram 39 mandados de prisão, em ação simultânea em Rio Branco e em Sena Madureira (144 quilômetros da capital). Os acusados foram presos preventivamente, por ordem do juiz da Vara de Drogas e Acidentes de Trânsito da Comarca de Rio Branco, prevento para atuar no processo.
A investigação durou cerca de um ano e foi coordenada pelo delegado Pedro Paulo Buzolin, titular da Delegacia de Repressão a Entorpecente (DRE), com o apoio de delegados, escrivãs e agentes de polícia de Rio Branco e de Sena Madureira.
 


"Além do tráfico de drogas, ficou comprovado durante as investigações que homicídios e roubos, ocorridos em Sena Madureira, bem como na capital, estavam intimamente ligados ao tráfico de drogas”, observou Buzolin.

Assim, segundo o delegado, a Polícia Civil decidiu descortinar a lógica entre o tráfico e outros crimes, e descobriu que a fonte abastecedora estava sendo coordenada em Rio Branco. No decorrer dos trabalhos da “Conexão-Purus”, ficou claro a ligação da compra e venda de drogas entre as quadrilhas, revelando que o esquema de distribuição de cocaína e maconha leva ao crescimento da mancha criminal nas duas cidades.
 


Os trabalhos da Polícia Civil revelaram que o entorpecente saía de Rio Branco para a cidade de Sena Madureira, transportado por mulas, muitas vezes por menores de idade, chegando à diversas bocadas, inclusive no Segundo Distrito do município.
Durante as averiguações da polícia foram apreendidos mais de cinquenta quilos de drogas, entre cocaína e maconha, aproximadamente dez armas de fogo, sendo que várias pessoas foram presas em flagrante delito, algumas delas já condenadas pela justiça acreana.

RIO BRANCO – Foram presos: Linara da Costa da Silva Maia, Tiago Fernandes de Albuquerque, Cláudio Martins de Almeida e Jorge Luiz Eliotério Penha, todos em bairros distintos e estão foragidos; João Paulo Amorim Vieira (foragido), Noêmia Teixeira Valente (foragido), podendo serem presos a qualquer momento.
No presídio local foram presos: Mário Costa da Silva, Gesse Matosa Vila Vicente, Carlos Alberto Batista do Nascimento, Gilmar da Silva, Patrícia Dias da Costa, Herosbras Lima da Silva, Delmácio Lemos dos Santos, José Célio Pereira da Silva e José Nilton de Souza Fernandes.

SENA MADUREIRA – Silmar Teixeira da Costa, Fabiana de Noronha Albuquerque, Eliton Araújo de Souza, Alessandro Silva do Nascimento, Francisco Nunes Umbato, Marcela Maria Acácio de Souza, Auricélio de Lima, Sadio Gomes Batista, Salete Gomes Batista, Raiclenton Gomes da Silva, Ronaleudo Pereira da Silva e Aguinaldo Nogueira da Silva, são os presos que atuavam em vários bairros da cidade. E os foragidos são: Nelciene Damasceno de Lima (foragido), Aldenir Ferreira da Silva (foragido), e Paulo Vinícius Moura Meirelles, (foragido).
 
https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/944761_480457432035776_1984704088_n.jpg

No presídio Evaristo de Moraes foram presos: Icliene Damasceno de Lima, Sebastião Souza dos Santos, Mateus de Almeida Lima, Jairo Alves Valetim, Eufrazio Dantas da Silva, Antonio Talywelison Ribeiro do Nascimento, Marcio Rcharles Furtado de Souza, Orlando Júnior Raulino e Patrícia da Cruz Santana.

“O estado/polícia aplicou um golpe intenso na quadrilha, que determinava roubos e homicídios, além de outros delitos penais. O importante é que estamos dando uma resposta a população de Sena Madureira”, destacou Emylson Farias.

Segundo o chefe de polícia, algumas pessoas com posição de destaques dentro da quadrilha, eram responsáveis por abastecer bocadas nos bairros Praia do Amarilho, Cristo Libertador, Bom Sucesso e Vitória.

Na operação foram apreendidos um revólver 38, munição, droga e dinheiro. Em entrevista a imprensa o secretário de polícia assegurou que outras operações irão ocorrer e que a polícia não vai arrefecer diante a pretenderão dos promotores da violência.


Assessoria da PC.
Fotos tirada da pagina no facebook de Aldejane pinto
.

OBRIGADO PELA VISITA!